Notícias: Notícia

JUSTIÇA FEDERAL DE SÃO BERNARDO DO CAMPO JÁ TRABALHA EM NOVO PRÉDIO

Solenidade que marcou os 10 anos da Justiça Federal na cidade de São Bernardo do Campo foi comemorada com a instalação de nova sede

A sexta-feira, 26/10, foi dia de festa para a 14ª Subseção Judiciária Federal que abrange os municípios de São Bernardo do Campo e Diadema, no Grande ABC paulista. Ao completar dez anos de instalação, o Fórum Federal de São Bernardo do Campo deixou o antigo prédio da Rua Marechal Deodoro, que já não apresentava condições adequadas para uma eficiente prestação de serviços à sociedade.

A inauguração da nova sede em Rudge Ramos, na Rua Senador Vergueiro, 3.575, veio atender aos anseios de magistrados, procuradores da República, advogados, funcionários e, principalmente, das populações das cidades de São Bernardo do Campo e Diadema. O prédio recém aberto proporciona a acessibilidade dos usuários, sobretudo idosos e portadores de necessidades especiais.

Como bem sintetizou a procuradora da República Cristiane Bacha Casagrande, “as novas instalações não são sinônimo apenas de espaço físico, mas também de otimização da atividade judiciária, oferecendo um Judiciário antenado com os avanços tecnológicos, amplo, confortável e receptivo ao cidadão”.

O deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) foi o portador da boa notícia do dia ao comunicar a aprovação, pela Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, do Projeto de Lei 5829/05 que cria 230 novas varas federais para todo o país, sendo que uma boa parte será para São Paulo e Mato Grosso do Sul, que compõem a 3ª Região. O projeto agora deve passar pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara (CCJ) e depois segue para aprovação em Plenário.

O ministro da Previdência, Luiz Marinho, que é morador de São Bernardo do Campo, compareceu à solenidade para prestigiar os 10 anos da Justiça Federal na cidade e manifestar a sua satisfação ao compartilhar de um importante momento de melhoria das condições de atendimento à população local.

A presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (SP e MS), Marli Ferreira, cumprimentou, em especial, o juiz federal Paulo Sérgio Domingues, responsável pela aquisição do novo prédio durante a sua gestão na Diretoria do Foro da Seção Judiciária de SP (2005/2007) e mostrou toda a sua satisfação ao inaugurar mais um prédio da Justiça.

“A Justiça é um instrumento de pacificação social, de mediação dos conflitos, de solução de controvérsia. Enfim, é o instrumento de ajuste e de cumprimento dos regramentos insculpidos na Constituição Federal. Melhor do que inaugurar um prédio de Justiça, só mesmo inaugurar escolas e creches para que as nossas crianças e jovens saiam da rua e deixem a marginalidade e a criminalidade”, concluiu.

Também estiveram presentes à inauguração no novo Fórum o desembargador federal Roberto Haddad, do TRF3; a juíza federal Renata Andrade Lotufo, atual Diretora do Foro da Seção Judiciária de São Paulo; os juízes federais de São Bernardo do Campo Ana Lúcia Iucker Meirelles, Carlos Alberto Loverra e Giselle de Amaro e França; o presidente da OAB, Subseção São Bernardo do Campo, Uriel Carlos Aleixo, os juízes federais substitutos daquela Subseção Judiciária e servidores da Justiça Federal, além de deputados e vereadores da cidade.

Após a cerimônia de inauguração, o vereador Alberto Lopes Raposo, representanto o Poder Legislativo Municipal, em sessão realizada no Teatro Cacilda Becker, homenageou a Justiça Federal com a entrega da medalha João Ramalho à presidente do TRF3, Marli Ferreira.

Selma Alcântara
Assessoria de Comunicação

Edgard Catão / TRF3

1 - O deputado Arnaldo Faria de Sá anuncia a aprovação de projeto de Lei que cria 230 novas varas federais
2 - O ministro da Previdência Social, Luiz Marinho, manifesta sua satisfação em prestigiar os 10 anos da Justiça Federal em São Bernardo do Campo
3 - A presidente do TRF3, Marli Ferreira, fala sobre a satisfação de inaugurar mais um prédio da Justiça
4 - Da esquerda para a direita, os juízes federais Giselle de Amaro e França, Carlos Alberto Loverra e Renata Lotuffo, a desembargadora federal Marli Ferreira, e os juízes federais Ana Lúcia Iucker Mereles e Paulo Sérgio Domingues após o descerramento da placa




Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 989 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010