Notícias: Notícia

PRIMEIRAS AUDIÊNCIAS DE CONCILIAÇÃO PRÉ-PROCESSUAL EM SÃO PAULO ALCANÇAM 88% DE ACORDO

Solução consensual permite que 58 participantes finalizem conflito sem recorrer a uma ação judicial

Nos dias 23 e 24 de maio, a Central de Conciliação de São Paulo promoveu as primeiras audiências pré-processuais na Justiça Federal da 3ª Região. A proposta tem a finalidade de solucionar conflitos antes que cheguem às vias judiciais. Nas duas datas foram realizadas 66 reuniões referentes a reclamações de anuidades e multas não pagas ao Conselho Regional de Contabilidade de São Paulo (CRC-SP).

De acordo com a coordenadora da Central de Conciliação de São Paulo, juíza federal Fernanda Souza Hutzler, o sistema é uma inovação e oferece aos interessados a possibilidade de negociar e solucionar um conflito de forma mais rápida e com menos custos. “A grande vantagem do pré-processual é que as partes podem conversar e tentar resolver a situação antes de se iniciar um processo”, diz a magistrada.

Para Fernando Eugênio dos Santos, advogado do CRC, a experiência de participar é muito valorosa. “Os resultados obtidos são ótimos tanto na questão financeira, como na social. Ganha o conjunto: o Judiciário, o Conselho e o profissional. Quando se abre um trabalho com a Justiça Federal, a conciliação tem mais força e as pessoas conseguem um acordo com condições especiais.”

A bancária Ana Lúcia Zelli Ferreira participou de audiência relativa a um débito. Ela explica que não tinha conhecimento da dívida, pois tirou o registro no CRC e, como não exercia a atividade, parou de pagar as parcelas acreditando não ser mais necessário. Ana Lúcia conseguiu um acordo: “eles foram bem flexíveis na negociação e agora é só cumprir.”

Gerda Meissner Calegare participou de uma audiência e aprovou a iniciativa. A instrutora de cursos profissionalizantes conta que com a negociação conseguiu bom parcelamento de um débito com o Conselho.

A partir do mês de junho serão realizadas, semanalmente, audiências pré-processuais no sistema de mutirão. A próxima matéria é contrato de financiamento para reforma ou ampliação da casa própria da Caixa Econômica Federal “Construcard”.

Como participar

O cidadão, a pessoa jurídica ou o ente público que tiver interesse em entrar com uma reclamação pré-processual pode solicitar o agendamento de uma audiência, independente do valor ou da complexidade do caso. Não é necessário advogado e não há custos.

A parte interessada deve dirigir-se à Central de Conciliação, na Praça da República, 299, 1º andar, no centro de São Paulo, levando documentos pessoais e eventualmente, os que dizem respeito ao caso, que serão digitalizados e colocados num sistema de processamento virtual.


1 - Juíza federal Fernanda Souza Hutzler
2 - Fernando Eugênio dos Santos, advogado do CRC
3 e 4 - Ana Lúcia Zelli Ferreira fecha um acordo
5 e 6 - Gerda Meissner Calegare aprova a conciliação pré-processual
7 – Mesas de negociação

Mônica Gifoli
Assessoria de Comunicação

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 6281 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010