Notícias: Notícia

DIRIGENTES DOS TRIBUNAIS PAULISTAS REÚNEM-SE NO TRF3 PARA DEBATER INOVAÇÃO E SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

Encontro foi importante para aperfeiçoar cooperação e integração entre os órgãos

A Presidente do Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF3), Desembargadora Federal Therezinha Cazerta, reuniu-se, na terça-feira (1.º/10), em seu gabinete, com a Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2.ª Região (TRT2), Desembargadora Rilma Aparecida Hemetério; a Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15.ª Região (TRT15), Desembargadora Gisela Rodrigues Magalhães de Araujo e Moraes; o Presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), Desembargador Manoel de Queiroz Pereira Calças; o Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo (TJMSP), Juiz Paulo Prazak; e o futuro Corregedor Regional Eleitoral, Desembargador Paulo Sérgio Brant de Carvalho Galizia, representando o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP).

Os objetivos da reunião foram aprofundar a relação entre as instituições por meio da cooperação técnica e promover a troca de experiências sobre inovação e soluções tecnológicas com a finalidade de se adotarem ações conjuntas para aperfeiçoamento dos órgãos e melhor prestação dos serviços.

Também estiveram presentes a Diretora do Foro da Seção Judiciária de São Paulo, Juíza Federal Luciana Ortiz Zanoni; o Vice-Diretor do Foro da Seção Judiciária de São Paulo, Juiz Federal Caio Moysés de Lima; o Coordenador do Laboratório de Inovação da Justiça Federal de São Paulo (iJuspLab), Juiz Federal Paulo Cezar Neves Junior; o Juiz Vitor Gambassi Pereira, assessor da Presidência do TRE/SP; o Diretor-Geral do TRE/SP, Claucio Cristiano Abreu Corrêa.

Inovação

Após a reunião, as autoridades visitaram as instalações do iJuspLab, no Fórum Pedro Lessa.

Uma das idealizadoras do laboratório, a Juíza Federal Luciana Ortiz Zanoni falou aos magistrados sobre os desafios enfrentados, como, por exemplo, a tendência à centralização dos trabalhos no Judiciário.

“Estamos acostumados, na Justiça, com um modelo extremamente verticalizado, hierarquizado, e a proposta do laboratório é diferenciada. O trabalho aqui é horizontal e em conjunto, independentemente do grau, com um olhar multidisciplinar. É um local que propicia a ideação, em um ambiente mais à vontade, acolhedor e alegre.”

A Magistrada explicou que o objetivo é fazer com que o Laboratório de Inovação esteja inserido dentro de uma visão sistêmica da administração, com metodologias que partam da perspectiva do usuário do serviço e do processo de ideação coletiva. “No laboratório, não existe personalismo. O projeto não tem dono, é de todos. Por isso, a chance de as pessoas se engajarem e o trabalho ser bem-sucedido é maior”, elogiou.

Em seguida, o Juiz Federal Caio Moysés de Lima falou sobre inovação tecnológica. “Os departamentos de Tecnologia da Informação, em geral, são muito cautelosos com a inovação, visando garantir a segurança. Nosso modelo constituiu uma equipe de gestão de dados para conduzir o processo, envolvendo a TI. Criamos uma incubadora de soluções tecnológicas baseadas nas startups. O laboratório não foca apenas um aspecto do problema, mas o todo. O olhar é para o ser humano, não a tecnologia. O ser humano é o centro, e a tecnologia é a ferramenta”, explicou.

O Juiz Federal Paulo Cezar Neves Junior destacou que, para a inovação funcionar, foi preciso contar com o apoio da alta administração. Nesse sentido, o TRF3 manifestou seu apoio já na Presidência anterior, da Desembargadora Federal Cecília Marcondes, e agora com a Desembargadora Federal Therezinha Cazerta.

Ao final, a Presidente do TRF3 presenteou todos com o livro "Inovação no Judiciário: conceito, criação e práticas do primeiro Laboratório de Inovação do Poder Judiciário”, lançado durante o 1.º Festival de Inovação do Judiciário, no dia 27/9, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, na capital.

Agradecendo a todos a presença, a Presidente afirmou que tanto o livro quanto o Laboratório de Inovação são frutos do trabalho de toda a equipe, voltado para a comunidade, e que tem gerado frutos para a Justiça Federal, trazendo soluções amplamente discutidas e geradas pelo compartilhamento de ideias envolvendo os mais diversos atores, o que tem propiciado maior produtividade e motivação.

Fotos: ACOM/ TRF3
 Da esquerda para a direita: Presidente do TRT2, Desembargadora Rilma Hemetério; Presidente do TRF3, Desembargadora Federal Therezinha Cazerta; Presidente do TJSP, Desembargador Manoel Pereira Calças; Presidente do TRT15, Desembargadora Gisela Moraes; futuro Corregedor do TRE-SP, Desembargador Paulo Galizia; e Presidente do TJMSP, Juiz Pulo Prazak
 Presidente do TRF3 recebe representantes do Judiciário paulista
 Autoridades visitam as instalações do iJuspLab, no Fórum Pedro Lessa
 Desembargadora Federal Therezinha Cazerta recebe representantes do Poder Judiciário no Gabinete da Presidência do TRF3

Assessoria de Comunicação Social do TRF3

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 1195 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010