TRF3 SP MS JEF

acessibilidade

Transparência e Prestação de contas
ícone de acesso à internet Acesso à Internet
Menu

28 / fevereiro / 2024
Desembargadora federal Marisa Santos se despede do Pleno do CJF

A magistrada participou de sua última sessão de julgamento nesta segunda-feira (26/2)

O encerramento da sessão de julgamento do Conselho da Justiça Federal (CJF), nesta segunda-feira (26/2), foi marcado pela despedida da desembargadora federal Marisa Santos, que deixará a presidência do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) no próximo dia 1º de março.  

Em nome do Colegiado, a presidente do CJF, ministra Maria Thereza de Assis Moura, destacou a competência da magistrada: “Manifesto aqui a nossa imensa satisfação de poder contar com a sua participação neste Conselho. Vossa Excelência dedicou sua vida à melhoria do serviço prestado na magistratura federal e no TRF da 3ª Região, sendo inclusive recém-premiada com o programa Pop Rua JUD pelo Prêmio Innovare, bem como contribuiu de uma forma muito marcante para os debates deste Conselho da Justiça Federal”. 

A desembargadora federal Marisa Santos recebeu das mãos da presidente e do vice-presidente do CJF uma placa em homenagem pela “reconhecida dedicação à magistratura, atuação no fortalecimento da Justiça Federal e perseverança no aprimoramento de um Poder Judiciário justo, igualitário e efetivo”. 

O ministro Og Fernandes ressaltou que as manifestações elogiosas à desembargadora são unânimes e que, em seu período de trabalho no Pleno, a magistrada conquistou o respeito de todos por sua correição, retidão e competência elevada: “Vossa Excelência é uma pessoa cujos ensinamentos todos nós podemos seguir, sendo eles não só didáticos, mas também fundamentados, pela maneira serena, equilibrada e correta com que atua. Vossa Excelência terá sempre as portas abertas neste Conselho”. 

O presidente do TRF2, desembargador Guilherme Calmon, fez um registro especial à colega, com quem trabalhou na Coordenadoria dos Juizados Especiais Federais, cada um em sua respectiva Região, momento em que se discutia a criação dos cargos de juízes titulares das turmas recursais. “A desembargadora sempre com sua experiência e sabedoria teve a oportunidade de conduzir, da melhor forma possível, essa restruturação no âmbito da 3ª Região”, relembrou o magistrado.  

A desembargadora federal Marisa Santos, que completou, nesta segunda-feira, 36 anos de magistratura, afirmou que integrar o CJF foi uma oportunidade única de aprendizado e surpresas: “Cada um desses processos administrativos que analisamos mostra a quantidade de técnicos altamente qualificados para dar subsídios para que o Colegiado possa decidir. Isso os juízes não conhecem e deixo aqui a sugestão de que sejam promovidos eventos para que nossos juízes conheçam o trabalho do Conselho da Justiça Federal”.  

A magistrada, que será sucedida pelo desembargador federal Carlos Muta, também recebeu homenagens dos demais ministros e desembargadores federais que integram o Pleno do CJF, bem como dos representantes do Ministério Público Federal (MPF), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), e do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).  

Com informações do CJF

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 

Siga a Justiça Federal da 3ª Região nas redes sociais: 

TRF3: InstagramFacebookTwitter e Linkedin       
JFSP: InstagramFacebook e Twitter       
JFMS: Instagram e Facebook 

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 534 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3

Email: acom@trf3.jus.br



Compartilhar
Pesquisa de notícias

Dúvidas » Email : acom@trf3.jus.br