Notícias: Notícia

TRABALHO ITINERANTE DO JUIZADO ESPECIAL FEDERAL DE REGISTRO ATENDE A POPULAÇÃO DE ARIRI

O trabalho itinerante registrou 28 atendimentos no dia 25 de agosto

    O município de Ariri está localizado em Cananéia, sul de São Paulo. A região é um lugar de difícil acesso, podendo-se chegar de barco (1 hora e meia) ou pela estrada, percorrendo um trecho de 60 quilômetros de terra. Porém, isso não foi impedimento para o juiz federal Luis Antônio Zanluca, presidente do Juizado Especial Federal Cível de Registro, que com a equipe do JEF, viajou mais de duas horas para chegar ao destino, a fim de aproximar a Justiça do cidadão.

    O trabalho de atendimento foi possível porque a Delegacia de Ensino local disponibilizou a estrutura da escola para a realização desse trabalho itinerante. Assim, no dia 25 de agosto, 28 pessoas do município de Ariri puderam ser atendidas e 13 ações foram ajuizadas.

    O juiz ressalta que “a maioria das pessoas não tinham sequer o CPF. Para o ajuizamento de ações precisamos deste documento. Então, orientamos os cidadãos”. E não é só isso, ressalta o juiz, “O importante é que a informação foi propagada na comunidade de Ariri”.

    As atividades aconteceram na Escola Estadual Péricles Eugênio da Silva Ramos, na Rua Projetada s/nº, Ariri. O próximo passo é o cadastramento dos processos e o agendamento das perícias.

Trabalho itinerante em Barra do Turvo

    Os casos de Barra do Turvo estão prontos para julgamento, afirma o juiz federal Luis Antonio Zanluca. As perícias em Barra do Turvo aconteceram nos dias 23 de julho e 9 de agosto e quase 90% delas já chegaram.

    “As audiências deverão ser marcadas para a primeira semana de novembro, quando as sentenças poderão ser prolatadas”, ressalta. Segundo o juiz, provavelmente, haverá um dia de audiências no Rio Vermelho e dois dias de audiências no Centro de Barra do Turvo.

    “Ilustramos os laudos com fotografias das casas das pessoas. Há casos em que a luz é de velas, os banhos são realizados em lonas fora das casas e à noite, para que os vizinhos não vejam. Esta é a realidade de muitas pessoas que atendemos lá”, conta o juiz.

Bom Sucesso do Itararé

    Outra região mapeada pelo juiz federal Luís Antônio Zanluca é o município de Bom Sucesso do Itararé, localizado a 247 km de Registro. Amanhã, 4 de setembro, o juiz federal realizará uma reunião preliminar na Escola Estadual do município. O atendimento dependerá de posterior autorização da presidência do TRF3.

 

 


Ester Laruccia
Assessoria de Comunicação

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 877 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010