Notícias: Notícia

EXPOSIÇÃO NA CECON DE GUARULHOS APRESENTA QUADRO COM HOMENAGEM A DESEMBARGADOR FEDERAL

Evento é aberto ao público e estará disponível até o dia 29 de julho no Fórum Federal

A Justiça Federal de Guarulhos abriu ontem (28/6) a exposição “A Arte e a Justiça”, do artista plástico Fernando Bernardo. Cerca de dez obras ficarão expostas na Central de Conciliação (Cecon) do município até o dia 29 de julho, na Avenida Salgado Filho, 2.050. A solenidade contou com a presença de representantes de diversos órgãos da cidade, além de magistrados e servidores.

Segundo o juiz federal Paulo Marcos Rodrigues de Almeida, coordenador da Cecon Guarulhos, a ideia de promover a exposição é tornar o ambiente mais leve: “Este é um espaço de intensa circulação de pessoas, que geralmente estão agoniadas, ou porque estão processando ou sendo processadas. Então, eu não via porque não deixar isso de maneira um pouco mais leve, para as pessoas terem contato com a arte, pintura, escultura, poesia. A intenção é abrir o espaço para outros artistas também”.

O destaque da exposição é o quadro “Alegoria da Justiça - o Nascimento da Conciliação”, inspirado por uma frase dita pelo desembargador federal Newton De Lucca em mutirão de conciliação realizado na Cecon, durante as desapropriações para a ampliação do aeroporto de Cumbica. Na ocasião, ele se referiu à clássica representação da Deusa Themis com a espada e a balança: “Quando a Justiça promove a conciliação, ela deita a espada no chão e entrega a balança às partes, para elas mesmas decidirem o que é justo”.

Para o juiz Paulo de Almeida, a frase virou slogan da conciliação: “Eu fiquei com essa frase na cabeça e quando eu conheci o Fernando, o artista, pedi para ele pintar essa cena”. O magistrado também a recordou em sua participação no livro “Justiça Federal: inovações nos mecanismos consensuais de soluções de conflitos”, organizado pelo juiz federal Bruno Takahashi e pela professora doutora Daniela Monteiro Gabbay.

A obra de dois metros de largura por 1,5 metro de altura, além de ter sido inspirada pelo desembargador, retrata ele próprio como um dos personagens. Segundo Fernando Bernardo, o pintor, a ideia inicial era bem mais simples, mas após inúmeras conversas a obra foi crescendo: “Então nós temos no quadro uma gama de 27 personagens ao longo de 2.500 anos de História: no meio, a Deusa da Justiça; do lado direito, juristas e representantes do Poder Judiciário; e do lado esquerdo, o povo, artistas e filósofos”.

A juíza federal Eliana Borges de Mello Marcelo, diretora do Fórum Federal de Guarulhos, afirmou que ter a exposição artística na Cecon proporciona um ambiente mais harmonioso: “O Fórum em si representa uma figura muito pesada para o jurisdicionado. Quando ele vem aqui, ele já chega com uma certa ansiedade, carregado de emoções. Um ambiente mais harmonioso ajuda as pessoas a se sentirem mais à vontade, sentirem que estão sendo bem cuidadas, que podem dialogar e esse é o objetivo da conciliação”.

Homenagem

O desembargador Newton De Lucca ficou emocionado com a homenagem e agradeceu o carinho: “Acho que o Fernando é um artista nato. Ele atribuiu a mim de forma muito generosa, muito carinhosa, algo que já estava dentro dele. Eu só terei pronunciado uma frase que o ajudou nessa ideia maravilhosa de reunir tantas pessoas famosas assistindo a cena da Justiça deixando de lado a espada e entregando a balança às partes, simbolizando a conciliação, a paz, a harmonia”.

O desembargador também elogiou a beleza da obra e o trabalho do artista: “É realmente encantador ver esse quadro, ver como ele trabalhou de maneira bonita, tornando artística uma coisa que eu falei despretensiosamente, apenas para dizer que eu estava feliz com o esforço e sucesso espetacular que nós tivemos nas conciliações feitas aqui em Guarulhos, por ocasião das desapropriações do aeroporto. E aquilo que tivemos no campo da ciência, ele acabou consagrando no campo da arte. Nada mais maravilhoso”.

Para a desembargadora federal Marisa Santos, coordenadora do Gabinete da Conciliação do TRF3, não existe uma pessoa que mereça mais essa homenagem como o desembargador Newton De Lucca: “Realmente ele tem esse perfil do conciliador, ele sempre foi assim. Na nossa vida profissional, dentro do tribunal, nós temos visto isso, ele sempre se volta para conciliar, de modo que é uma justa homenagem pra ele e para a Justiça”.

Artista

Fernando Bernardo é estudante de direito, sommelier, artista plástico e ilustrador de livros. Desenha desde criança e pintar surgiu como brincadeira: “Uma amiga pediu um retrato e pensei em fazer algo diferente, desenhar com óleo. Ela gostou tanto que pediu outros. Desde então não parei mais”.

O quadro da Justiça foi uma encomenda do juiz federal Paulo Marcos Rodrigues de Almeida para a Cecon Guarulhos. Eles se conheceram no ano passado, durante o circuito jurídico promovido pela Faculdade de Direito de Guarulhos (FIG): “Eu costumo desenhar durante as palestras, então o Dr. Paulo me viu desenhar e veio falar comigo. Ele achou muito legal o que eu fazia e, desde agosto do ano passado, eu faço retratos de réus estrangeiros aqui no Fórum. Já vim em mais de 30 audiências na 2ª Vara Criminal”.

Sobre a exposição, o artista afirmou que “são poucos quadros, mas o que importa é o que a exposição tem a mostrar: a união do Judiciário com a Cultura”.

Desapropriações em Cumbica

O trabalho promovido pela Cecon Guarulhos por ocasião das desapropriações para a ampliação do aeroporto de Cumbica, em outubro de 2012, foi um marco para a 3ª Região. Cerca de mil pessoas moradoras do Jardim Novo Portugal foram desapropriadas por meio de audiências de conciliação, que resultaram em 100% de acordos.

Mas, para o sucesso dessas audiências, além de uma força-tarefa de servidores e voluntários, foi necessário o prévio diálogo entre as instituições envolvidas para que as propostas de indenização fossem satisfatórias a todos. Assim, antes mesmo da realização do mutirão, foram realizadas diversas reuniões entre os juízes federais de Guarulhos e representantes da Infraero, da Defensoria Pública da União e da Advocacia-Geral da União para buscarem a melhor saída.

 

 Fotos: Acom/TRF3

1- Da esq. p/ dir.: Desembargador federal Newton De Lucca; juiz federal Paulo Marcos Rodrigues de Almeida, coordenador da Cecon Guarulhos; artista Fernando Bernardo; juíza federal Eliana Borges de Mello Marcelo, diretora do Fórum Federal de Guarulhos; juíza federal Carolline Scofield do Amaral; desembargadora federal Marisa Santos, coordenadora do Gabinete da Conciliação do TRF3; e juiz federal Etiene Coelho Martins;

2- Desembargadora federal Marisa Santos, coordenadora do Gabinete da Conciliação do TRF3;

3- Desembargador federal Newton De Lucca;

4- Juíza federal Eliana Borges de Mello Marcelo, diretora do Fórum Federal de Guarulhos;

5- Juiz federal Paulo Marcos Rodrigues de Almeida, coordenador da Cecon Guarulhos;

6- Artista Fernando Bernardo;

7- Quadro “Alegoria da Justiça - o Nascimento da Conciliação”.



Assessoria de Comunicação Social do TRF3

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 2569 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010