Notícias: Notícia

COMITÊ DE GESTÃO ESTRATÉGICA DA 3ª REGIÃO DEBATE AÇÕES PARA O CUMPRIMENTO DAS METAS DE 2017

Reunião também apresentou resultados de 2016 e desafios para este ano

O Comitê de Gestão Estratégica da Justiça Federal da 3ª Região (CGER-3R) se reuniu na quarta-feira (5/4) para analisar as propostas de ações a serem desenvolvidas em 2017 para o cumprimento das metas estipuladas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tanto para a Justiça Federal como para as corregedorias regionais.

Durante o encontro, foram analisados os resultados das metas de 2016 e debatidos os ajustes e as ações a serem desenvolvidas neste ano. Clique aqui e conheça as metas.

Para 2017, a primeira ação implantada é a pesquisa sobre os macrodesafios e metas do Judiciário, que estará disponível até 19 de abril na intranet do TRF3 e das seções judiciárias de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

O objetivo é fazer um levantamento das condições de trabalho dos diversos setores da 3ª Região em busca das boas práticas e dos desafios enfrentados no dia a dia para a consecução do trabalho. O resultado da pesquisa vai fornecer subsídios para o desenvolvimento de novas ações. Clique aqui e responda à pesquisa.

Outra proposta de ação debatida foi o projeto desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região para a regularização dos processos baixados com valores em contas de depósito, tanto os depósitos judiciais relativos a processos, como os depósitos realizados em nome dos beneficiários de requisições de pagamento e precatórios. Em 2016, a 4ª Região conseguiu devolver às partes ou converter em renda para a União mais de R$ 570 mil. Saiba mais aqui.

Na 3ª Região, a primeira ação é requisitar à Caixa Econômica Federal e ao Banco do Brasil as listas com as contas que administram. Após esse levantamento, o CGER vai estudar como implantar projeto semelhante em São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Metas cumpridas em 2016

Dentre as metas de 2016, o destaque na 3ª Região foram as metas 1 e 2. A número 1 determinava o julgamento de um número maior de processos de conhecimento do que os distribuídos no ano corrente. Na 3ª Região, o índice de cumprimento desta meta foi de 99,38%.

Já a meta 2, que tratou da celeridade nos julgamentos, previa a identificação e julgamento, no 1º e 2º graus, de 100% dos processos distribuídos até 31/12/2011 e pelo menos 70% dos processos distribuídos em 2012. A 3ª Região cumpriu 92,5% da meta.

Nos Juizados Especiais Federais, a meta 2 previa o julgamento de pelo menos 100% dos processos distribuídos até o dia 31/12/2012 e, pelo menos, 90% dos distribuídos em 2013. A 3ª Região alcançou 99,95% da meta no primeiro item e 111% no segundo.

A meta 2 também estipulou que as turmas recursais julgassem pelo menos 100% dos processos distribuídos até 31/12/2012; e, pelo menos, 70% dos distribuídos em 2013. No primeiro caso, a 3ª Região está com o índice de 99,61% e, no segundo, 135,66%. Consulte aqui o desempenho dos tribunais no cumprimento das metas de 2016.

A presidente do TRF3, desembargadora federal Cecília Marcondes parabenizou os integrantes do Comitê pelos resultados alcançados e ressaltou a relevância do trabalho realizado pelos magistrados e servidores.

“É importante termos conhecimento da nossa realidade. O Comitê consegue cumprir essa tarefa ao identificar os problemas e apontar soluções para eles o que gera maior transparência ao serviço público. Isso é fundamental para o jurisdicionado que espera do Tribunal uma resposta para seus problemas”, disse.
 

 ACOM/TRF3
Comitê de Gestão Estratégica da Justiça Federal da 3ª Região (CGER-3R) debate ações para 2017

Assessoria de Comunicação Social do TRF3

Visitas a notícia

Esta notícia foi visualizada 1356 vezes.

Assessoria de Comunicação Social do TRF3 - 3012-1329/3012-1446

Email: acom@trf3.jus.br



Dados para pesquisa de notícias


Tribunal Regional Federal da 3ª Região
Av. Paulista, 1842 - Cep: 01310-936 - SP - © 2010